quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
InícioSaúde de HomensCuidados com a saúde masculina

Cuidados com a saúde masculina

Sensibilizar os homens sobre a importância de realizar exames preventivos para combater problemas de saúde, especialmente o câncer de próstata, é o principal objetivo do Novembro Azul. A campanha, promovida pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e pela Sociedade Brasileira de Urologia, já está em seu quarto ano e é uma parte essencial das ações nacionais de prevenção.

Dica de leitura:

Especialistas destacam que o preconceito, a vergonha e as barreiras culturais ainda impedem muitos homens de procurarem ajuda médica. Um levantamento realizado com pacientes do Centro de Referência da Saúde do Homem, ligado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, revelou que 60% dos casos chegam em estágio avançado devido à demora no diagnóstico, o que prejudica o tratamento.

Principais doenças que acometem os homens

Segundo informações do IBGE, os homens no Brasil têm uma expectativa de vida cerca de sete anos menor do que as mulheres, e são mais suscetíveis a certas doenças. Algumas das condições de saúde mais comuns entre os homens, ou exclusivas a eles, são:

  • Problemas cardiovasculares – como infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral, que são algumas das principais causas de mortalidade no país, com maior incidência entre os homens. Fatores de risco incluem hipertensão arterial, obesidade, além de certos hábitos de vida como tabagismo e sedentarismo.
  • Câncer de pulmão – acomete o dobro de homens em comparação com mulheres. Cerca de 90% dos casos diagnosticados estão associados ao hábito de fumar. Os sintomas frequentes incluem tosse persistente, dor torácica, presença de sangue ao tossir e dificuldade respiratória.
  • Câncer de próstata – é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens. Quando detectado precocemente, as chances de cura chegam a 90%. Realizar exames periódicos, incluindo o toque retal a partir dos 40 anos, é essencial para diagnóstico precoce.
  • Câncer de testículo – embora seja raro, correspondendo a aproximadamente 5% dos casos de câncer masculino, é preocupante devido à maior incidência em homens jovens, entre 15 e 50 anos. Geralmente é curável se diagnosticado precocemente. Recomenda-se autoexame mensal dos testículos e consultas regulares com um urologista.
  • Câncer de pênis – está associado a condições inadequadas de higiene íntima. Representa cerca de 2% de todos os casos de câncer masculino no Brasil, sendo mais comum nas regiões Norte e Nordeste.

Além de exames de rotina, é fundamental adotar um estilo de vida saudável como parte do combate contra problemas de saúde.

Leia também:

Como estudar para concurso em 2024!

Como se preparar para um concurso de técnico em Enfermagem?

Referências:

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Mais popular

comentários recentes