quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
InícioMedicinaCuidados de Enfermagem em Terapia Intensiva

Cuidados de Enfermagem em Terapia Intensiva

Cuidados de Enfermagem em Terapia Intensiva, o papel desempenhado pela equipe de enfermagem é essencial no processo de cuidado em qualquer unidade.

Em particular nas unidades de terapia intensiva (UTIs), onde a assistência a pacientes em estado crítico é considerada complexa e especializada.As primeiras UTIs no Brasil foram estabelecidas nos anos 70, evoluindo para unidades altamente especializadas e de alta complexidade.

Isso demandou a aquisição de equipamentos cada vez mais avançados para sustentar ou prolongar a vida dos pacientes, além do constante aprimoramento dos profissionais que ali trabalham.

Nas UTIs, o foco está no tratamento de pacientes graves e de alto risco, exigindo recursos materiais e humanos para garantir vigilância contínua, atendimento ágil e eficaz, com o objetivo primordial de recuperar os indivíduos.

A colaboração entre a equipe de enfermagem e saúde na UTI é crucial para assegurar a qualidade da assistência ao paciente e seus familiares. Os profissionais enfrentam diariamente desafios técnicos, demandas dos pacientes, familiares, médicos e da instituição.

Em muitas instituições de saúde, enfermeiros assumem funções de gestão e supervisão, enquanto os técnicos de enfermagem realizam a maior parte dos cuidados diretos aos pacientes, incluindo tarefas essenciais e físicas como higiene, alimentação, administração de medicamentos e curativos.

Frequentemente, o trabalho nas UTIs é centrado no modelo biomédico, priorizando o corpo do paciente e as patologias, por vezes negligenciando outros aspectos que também influenciam na evolução da doença.

Para uma assistência humanizada, é essencial considerar os aspectos que compõem a vida do paciente, como sua história, sentimentos, cultura e modo de vida. A equipe de saúde da UTI deve refletir sobre os princípios da assistência, reconhecendo seus próprios sentimentos e os dos pacientes e familiares.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A valorização da camaradagem, da cooperação, da disposição para aprender e da flexibilidade na estrutura de autoridade foram aspectos significativos para fortalecer nos profissionais de enfermagem que atuam na UTI uma identidade profissional positiva. Isso contribui para lidar de forma mais eficaz com as demandas diárias no ambiente de trabalho.

É crucial que os gestores de enfermagem em unidades de terapia intensiva e as organizações estejam sensíveis às emoções experimentadas pelas equipes de enfermagem. Deve-se promover espaços ou momentos de diálogo nos quais os técnicos de enfermagem e outros membros da equipe de saúde possam compartilhar suas experiências, expectativas, receios, alegrias, e outros sentimentos, sob a mediação de profissionais especializados. Entenda o cuidados de Enfermagem em Terapia Intensiva

Indicação de livros sobre cuidados de Enfermagem em UTI:

Interpretação de Exames Laboratoriais: Guia Prático.

Referencias Bibliográficas:

  • 1 Nishide VM, Malta MA, Aquino KS. Aspectos organizacionais em unidade de terapia intensiva. In: Cintra EA, Nishide VM, Nunes WA. Assistência de enfermagem ao paciente gravemente enfermo. São Paulo: Atheneu; 2003        [ Links ]
  • 2 Martins J, Bicudo MAV. A pesquisa qualitativa em psicologia: fundamentos e recursos básicos. São Paulo: Moraes; 1989.        [ Links ]
  • 3 Graça EM. A experiência da hospitalização: uma abordagem fenomenológica. São Paulo [Tese]. São Paulo: Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo;1996.        [ Links ]
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Mais popular

comentários recentes